carregando

Descrição:

Guitarrista e compositor, reconhecido como autêntico representante do jazz fusion, Fábio Rizental lança o CD “Noites de Minas”.
Com releituras das músicas de Milton Nascimento e algumas composições suas, Fábio inova ao lançar o segundo trabalho da sua carreira solo. O jazz, o rock, o blues e a música caribenha convidam todos a um passeio prazeroso pelas releituras das composições de Milton Nascimento e Clube da Esquina através das dez faixas do disco.
Nesta homenagem as canções “Cadê”, “Tudo o que Você Podia ser”, “Cais”, “Idolatrada”, “Canção do Sal”, “Fé cega, Faca amolada”, “Nuvem Cigana” e “Gosto de Sol” foram selecionadas valorizando a sonoridade que tem na guitarra e mostrando as influências de carreira de Rizental.

Em 2013 lançou o primeiro trabalho da sua carreira solo, além de ter tocado no mesmo ano, no Rock in Rio; episódio realizado também no Rock in Rio, Lisboa de 2014.
Nascido no Rio de Janeiro, berço do samba e da bossa nova, este músico que transmite inspirações como Tom Jobim, Milton Nascimento e Clube da Esquina, Chico Buarque e de nomes do jazz, como Thelonious Monk, Duke Ellington e Chick Corea, traz consigo pitadas do rock como Jeff Beck e Eric Clapton.
Formado em harmonia funcional pela Musiarte no Rio de Janeiro e em improvisação pela Berklee College of Music, em Boston - maior faculdade independente de música do mundo - Fabio formou duas bandas no final dos anos 80 e trabalhou ao lado de artistas como Rosana, Leno & Lilian, Nico Rezende e Rosemary nas décadas seguintes.
Gravado e produzido no espaço Audio Rebel, o disco NOITES DE MINAS foi gravado nos moldes vintage, sem nenhuma interferência eletrônica e com os instrumentos todos ao vivo, privilegiando assim o diálogo autêntico entre eles, contando com o talento dos músicos Luís Makarra (bateria), Alexandre Berreldi (baixo), Paulo Renato Maciel (teclados) e Michel Nascimento (percussão); a participação do músico/produtor Kassin, e o compositor e principal parceiro de Milton, Wagner Tiso.

“Noites de Minas tem gosto de realização pessoal e profissional. Sinto-me muito à vontade com esse trabalho, pois as músicas gravadas fizeram parte da minha vida e, agora com toda a bagagem e formação musical, pude transformar em algo meu, do meu jeito e com a minha história”, comenta Fabio. O compositor se sente naturalmente realizado, pois transformou todo esse sentimento em música, e espera levar o trabalho por todo país e para o exterior, para que o público tenha a oportunidade de conhecer as composições de Milton.
“Meu maior objetivo é emocionar as pessoas através da música de qualidade, pois ela tem o papel fundamental de tocar no que há de mais sensível no ser humano”, complementa Fabio.

Sessões:

;