carregando

Monólogo Público

14 anos

Venda em andamento

Descrição:

Em “Monólogo Público”, uma vez mais, o projeto é transdisciplinar – espetáculo, manifesto e performance – e tem como ponto de partida o Brasil contemporâneo: no espetáculo a disputa não é pela narrativa, mas pela lin-guagem. Assim, Michel recria sua vida até o presente, até o próprio espetáculo, para então se tornar seu próprio público.

Produzido por Bianca de Felippes – parceira em todos os trabalhos de Michel desde “Regurgitofagia”–, “Monólo-go Público” pretende-se uma alegoria das relações entre o público e o privado no país, partindo da autoficção (ou pós-verdade) até finalmente “sermos todos artistas”.

Por ocasião da estreia do espetáculo a editora Betrand Brasil lançou a quinta edição do livro Regurgitofagia, em versão trilíngue, com fotos e textos dos outros espetáculos da Trilogia.

ATENÇÃO ESTUDANTES!

De acordo com a Lei Federal 12.933 e Decreto 8537 em vigência desde 1/12/2015, para ter acesso ao benefício da meia-entrada, o estudante deve apresentar a Carteira de Identificação Estudantil (CIE) expedida pelas entidades previstas em lei, obrigatoriamente com as seguintes informações:

- Nome completo e data de nascimento;
- Grau de escolaridade;
- Foto;
- Nome da instituição de ensino na qual o estudante está matriculado;
- Data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição;
- Certificação digital observando o disposto no inciso 2º do Art. 1° da Lei nº 12.933, de 2013.

Carteiras de estudantes das escolas são documentos de identificação estudantil, mas se não estiverem de acordo com a Lei Federal 12.933 de 1/12/2015, não garantem o benefício da meia-entrada.

ATENÇÃO: Boletos bancários e comprovante de matrícula não são documentos válidos para o benefício da meia entrada.

Sessões:

;